domingo, 23 de setembro de 2018

ENCONTRO EM VALENÇA


Ontem em Valença fiz dois desenhos urbanos e alguns retratos. O primeiro registo, antes de o autocarro com o grupo ter chegado do Porto, foi feito a partir de uma guarita e representa uma das portas da muralha:


Enquanto esperávamos pelo almoço, cá fora à sombra, tive tempo de rabiscar alguns co-rabiscadores. A primeira foi a Cláudia, encostada a uma árvore em plena concentração:


Depois de uma tentativa frustrada de apanhar o Paulo, desenhei um Tuba mefistofélico e emagrecido, que naturalmente não colheu grande aprovação, e um Marcelo com uma difícil linha craniana, a cujo desenho o próprio também torceu o nariz:


Depois do almoço, foi a vez de a Isabel Braga servir de vítima. Tentei retratá-la, toda de branco como estava, contra uma mancha vibrante de cor, sem esquecer a madeixa cor-de-rosa, os brincos de filigrana e a bolsinha laranja vivo. Claro que não lhe fiz justiça, mas colorida ficou:



E, no fim da jornada, desenhei a Praça da República a partir de uma ruela próxima, cheia do comércio típico de Valença. Como brinde, ficou na fotografia um elegante transeunte:


Foi um belo dia de despedida do Verão!

2 comentários: