sexta-feira, 1 de Março de 2013

Fojo e Nautibar



Quando está bom tempo, normalmente vou de bicicleta dar uma olhadela no mar. Hoje, quando vinha para casa, parei para desenhar. Um bocado de nortada (este “bocado” de acordo com os padrões de Ofir), sentado na bicicleta em equilíbrio, segurando o caderno (mantendo-o aberto) e as aguarelas com uma mão, riscando e pintando com a outra, enfim… é nestas condições maravilhosas que se desenha. E as imagens transportam-me sempre para a experiência que foi o desenho.
Fão, Portugal, 01.03.2013

Sem comentários:

Enviar um comentário