segunda-feira, 17 de junho de 2013

Desenhos em luta




Na escola Sá de Miranda em Braga os professores fizeram greve, e foram quase todos. Só em poucas salas houve possibilidade de se efetuarem os exames, sendo utilizado o critério da ordem alfabética para os alunos o poderem realizar. Assim, ao invés da anulação das provas, foi introduzido um critério discriminatório (ordem alfabética) que não foi bem aceite pela maioria dos alunos que, de uma forma espontânea manifestaram a sua indignação no interior e no exterior da escola.

São muitas e profundas as razões que determinam a realização desta greve. O direito a poder ensinar não é um privilégio, assim como as condições para o seu exercício; prejudicará muito mais os alunos o aumento do seu número por turma e de turmas por professores (entre outros factores) do que o adiamento de um exame.

1 comentário:

  1. Gosto especialmente deste registo pelo motivo em que se encontra o País. Retratar o tempo.Obrigada!

    ResponderEliminar