domingo, 26 de agosto de 2018

Porto Cabodeiro, Ilha de Arousa, Espanha

A meio da tarde, aquele mastro içava uma vela branca e ganhava vida ao movimentar o barco em para longe e só voltava ao pôr do sol e a bordo um marinheiro/pescador e um cão preto, grande.

Sem comentários:

Enviar um comentário