segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Melgaço




 Integrado no projecto SKETCHING COM HISTÓRIA estiveem Junho
desenhando em Melgaço. Um sítio fantástico mesmo mesmo lá em cima.
Em Portugal norte mais ao norte não há!
Aqui a Igreja Matriz vista do "Castelo".
 Ponte de Cevide
O Rio Trancoso corre de sul para norte e mesmo junto da foz, que faz no Rio Minho, tem um estrangulamento que quase se vence a salto. A ponte não era esta. Era mais bonita mas também de madeira e por aqui passou muito contrabando. Era uma forma de vida bem documentada no ESPAÇO MUSEOLÓGICO MEMÓRIA E FRONTEIRA, em Melgaço.
Hoje os vizinhos (e os turistas) passam de um lado para o outro em verdadeira comunidade sem fronteiras, como deve ser.
Da Guarda Fiscal sobram as grades numa casa que agora é propriedade particular e do resto sobra a beleza do local e a memória de uma vida que foi dura.
Não tem acesso automóvel mas vale a pena a caminhada.
O Rio Minho faz fronteira com a Espanha e a passagem para o outro lado tem memórias de contrabando e de relações proibidas. Os vários pontos de atravessamento e os caminhos que por eles passam estão bem presentes no imaginário local embora agora seja tudo infinitamente mais fácil.

Sem comentários:

Enviar um comentário