sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Sob a luz dourada dos Arcos

Tenho particular apreço pelo concelho dos Arcos de Valdevez, que considero o mais verdejante de Portugal. Já não visitava estas terras desde há algum tempo, pelo que este encontro era imperdível.

O primeiro registo do dia, no centro histórico da vila.

O inevitável desenho do substancial almoço.

Na tarde soalheira, sob uma peculiar luz dourada que associo sempre a estas bucólicas margens do Vez, não resisti a um curioso "chalet", exemplar já raro da característica arquitectura de tabique.

Houve ainda tempo para um último registo, nas proximidades da Igreja Matriz.

Sem comentários:

Enviar um comentário