terça-feira, 9 de agosto de 2016

sketchbook therapy








Nos passados dias 22, 23 e 24 de Julho, tive a honra de participar no evento Nós e os Cadernos em Esposende, organizado pelo Tiago Cruz, (que está de parabéns) onde o que mais me entusiasmou foi poder participar nas mesas redondas de sexta e sábado à noite, ouvindo outros 11 autores e as suas relações com o caderno. Apresentei também uma comunicação intitulada "Diluição ou simultaneidade privado/público - O Diário Gráfico como heterotopia". Esperemos que lá para o fim do ano, possamos ter o livro do evento editado com todas as comunicações apresentadas. Será um bom contributo para a discussão nacional sobre os desenhos em cadernos. Quanto aos desenhos em si, deixo-vos aqui o meu trabalho no sábado de manhã no Castro de S. Lourenço com as traseiras da capela no topo do monte, o Manuel João Ramos encorporizado no castro, e um infeliz coelho numa gaiola da feira histórica!!??! romana que lá decorria. Depois de almoço, estivemos pelo centro de Fão e entre uma nortada incrível e um pé torcido, fui procurando o insólito dos lugares. No domingo de manhã pelo centro de Esposende, na esplanada onde vários de nós bebemos o primeiro café, aproveitei o José Louro já a fazer o seu 57º desenho!!! para dar algum humanismo ao meu trabalho, continuando depois à procura de "lugares outros" numa esquina mixada por um jardinzeco e um ecoponto, e por fim as traseiras da Casa da Juventude. Um evento que desejarei participar novamente e que, caso se  efectue, recomendo a qualquer um.

2 comentários: