quarta-feira, 11 de março de 2015

Museu da Marinha

Sem Planetário, que segundo o senhor funcionário, tem "a máquina" avariada, tomei um café na esplanada do café/loja do Museu da Marinha, com vista para o Museu, que não visitei. Optei pela colecção Berardo no CCB. E dpois o MUDE na rua Augusta. Durente o café, sarrabisquei como pude, enquanto o forte sol na cabeça me deixou. Daqui, esplanada em que é possivel arranjar um lugar, vê-se a fila para entrar nos Jerónimos. É um pouco maior do que a dos pastéis de Belém, mais ou menos igual à do Elevador de Santa Justa, o dobro da dos Gelados Santini. Enfim, Sr António Costa, concordo com a taxa aplicada ao turismo. É só um euro e de facto, se este país já não era para velhos, o centro a cidade de Lisboa está ( em Março) quase impossível. 

Sem comentários:

Enviar um comentário